Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

Nossa existência só é possível devido à atenção constante, intencional e amorosa de Cristo.

Se cremos em um Deus soberano, precisamos crer que ele está no controle de todas as coisas. Nós podemos ser (e somos) frequentemente surpreendidos; ele, não. Mateus 10.29 afirma: “Não se vendem dois pardais por uma moedinha? Contudo, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês”. Se Deus precisa consentir na queda de um pardal ou dos cabelos em nossa cabeça, ele certamente não é surpreendido com o que nós chamamos de surpresas.

Nestas últimas semanas tenho refletido em uma verdade fundamental à fé cristã. É a realidade de que em Cristo “tudo subsiste” (Colossenses 1.17). O conceito é precioso. A expressão usada significa que em Cristo está nossa existência. No entanto, seu sentido é ainda mais amplo e profundo. Existimos devido ao seu olhar atento e constante. Se Jesus deixasse de olhar para nós, se sua atenção pudesse ser retirada de sobre nós... deixaríamos de existir. Nossa existência só é possível devido à atenção constante, intencional e amorosa de Cristo.

Trecho da…

Em Jesus, o pecado é como uma represa destruída pela força do rio de amor de Deus!

O amor de Deus por você é infinito! Sim, infinito! Não há nada que você pode fazer para ganhar mais amor de Deus, porque ele já te dá tanto amor que é impossível medir. Também não há nada que você consegue fazer para fazer Deus lhe amar menos. Quer você goste, quer não, Deus lhe ama e quer seu bem.

Mas o pecado é um problema sério. Deus odeia o pecado e não o tolera. Nossos pecados são como uma barreira entre nós e Deus. O amor de Deus por nós continua a existir; apenas não o conseguimos receber, por causa de nossos pecados. Foi por isso que Deus enviou Jesus...

O amor de Deus é mais forte que o pecado. Em Jesus, o pecado é como uma represa destruída pela força do rio de amor de Deus! Jesus levou nossos pecados na cruz, para que o amor de Deus transbordasse sobre nós, por sua graça. Agora, qualquer pessoa pode ser inundado pelo amor de Deus, mesmo sendo o pior dos pecadores. Basta crer.

Quando reconhecemos nossos pecados, nos arrependemos deles e cremos que Jesus nos salvou, o passado é …

O Senhor deseja curar a sua ferida dolorida e mostrar a luz que há além da escuridão. O Bom Pastor está à sua procura.

O grande médico das almas está disposto a curar a sua enfermidade [...] São dele as palavras que a doce boca do Salvador falou: ‘Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim chamar justos, mas pecadores ao arrependimento’. [...] 
O Senhor deseja curar a sua ferida dolorida e mostrar a luz que há além da escuridão. O Bom Pastor está à sua procura; ele é o que deixa de lado o rebanho das ovelhas que não se perderam. Se você permitir que ele a encontre, o Misericordioso não a desprezará e não hesitará em carregá-la em seus ombros, cheio de alegria por ter reencontrado sua ovelha perdida. 
O Pai está esperando que você retorne de seu caminho errado. Volte sem demora, e, quando você ainda estiver longe, ele irá correndo ao seu encontro e a saudará emocionado com um abraço, pois você estará curada com o seu arrependimento. [...] É ele quem diz: ‘Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende’. E se alguém daqueles que pensam esta…

A narrativa bíblica nos diz que o bom caminho é o de experimentar a nossa fé e a nossa obediência.

Façam o que Ele mandar

João 1:5 - ¶ E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.

Faltou bebida, em uma festa de casamento. Quando Maria soube, pediu ajuda a Jesus. “Então, ela disse aos empregados: Façam o que Ele mandar” (João 1:5).

Quando Jesus mandou encher com água os vasilhames da casa, é muito provável que alguns dos empregados tivessem achado estranha a ordem do Mestre. A função deles, porém, não era a de discutir, mas a de obedecer ordens. Ao seguir as instruções de Jesus, eles testemunharam o primeiro milagre do Mestre registrado nos Evangelhos.

Por causa de nossa inexperiência espiritual, achamos natural discutir as ordens que o Senhor nos dá. É preciso reconhecer que algumas orientações de Cristo não se encaixam em nossa lógica humana. O ensino bíblico, porém, não encoraja nossas discussões. A narrativa bíblica nos diz que o bom caminho é o de experimentar a nossa fé e a nossa obediência. “Façam o que Ele mandar”.

Mensagem de pastor Olavo Feijó