Não seremos perdoados se não praticamos o perdão.


Quando Deus considera nossos pedidos em oração, ele leva em conta como temos tratado os outros. Esta idéia é ensinada em Mateus 6:14-15, onde Jesus afirma que não seremos perdoados se não praticamos o perdão. Nossa má vontade em perdoar os outros é como o menino que pede o perdão de seu pai por estragar o carro da família, mas se recusa a perdoar seu irmão porque estragou a bicicleta dele. 

Deus tem-nos perdoado dívidas muito maiores do que jamais teremos oportunidade de perdoar em toda a vida. 

Podemos esperar que Deus responda a nossos apelos por ajuda do mesmo modo que mostrarmos piedade por aqueles que pedem nossa ajuda ou perdão (Provérbios 21:13). "Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai"(Lucas 6:36).

Se removermos os obstáculos a nossas orações, seremos capazes de nos aproximar de seu trono ousadamente, "a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna."

Mensagem de
 🌱 Gregory Roark

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que você não deixa que Deus decida com o que vai se preocupar?

O Sentido da Vida... sempre preocupou a humanidade

O PAPEL DAS ESTRELAS