Pular para o conteúdo principal

Elevando-nos às Alturas

Em Isaías 40.31 lemos: “mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.”

A águia mencionada na Bíblia é a águia dourada da terra de Israel, a mais rápida de todas. Sua velocidade varia entre 175 e 225 quilômetros por hora e às vezes é ainda maior.

O que ajuda as águias a alcançar essa velocidade tão grande é sua estrutura óssea, pois elas têm ossos ocos que pesam pouco. Por outro lado, suas enormes asas permitem alcançar grande altitude, velocidade e força. O Antigo Testamento não apenas compara Deus à águia, mas elogia e louva seu vôo ligeiro. Vejamos algumas passagens:

Êxodo 19.4 diz: “Tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de águia e vos cheguei a mim”.
2 Samuel 1.23, falando sobre Saul e Jônatas, diz: “...eram mais ligeiros do que as águias...”
Jó 9.26 fala: “Passaram como barcos de junco; como a águia que se lança sobre a presa”.

O que podemos aprender do vôo da águia?

Primeiramente, a águia se esforça para se elevar. Como é uma ave grande, precisa empenhar-se para levantar vôo, já que pesa em torno de sete quilos. Mas, uma vez alcançada a altura, ela sabe aproveitar as brisas e plana tranqüilamente com suas asas estendidas. Você sabia que as asas dela são mais fortes que as de um avião?

O crente-águia esforça-se em sua vida espiritual. Consagra-se diariamente, exercita-se espiritualmente através do estudo da Bíblia, da oração, do serviço, do testemunho, etc. Quanto mais busca a Deus, mais alto voa e, quando alcança as alturas espirituais, descansa na brisa de Deus e deixa que os ventos da graça e da misericórdia do Senhor ajudem-no a se sustentar e a descer.

Quando o crente cumpre sua parte, Deus faz a dEle. Porém, muitos crentes, ao invés de deixarem as suas asas estendidas, movimentam-se incessantemente até cansarem. Diríamos que não sabem mover-se em Deus. Devem aprender a esperar no Senhor.

Em segundo lugar, com referência ao vôo da águia, podemos afirmar que ela move as suas asas com precisão. Muitos cristãos não sabem quando devem dizer “basta”. É necessário depender de Deus, saber quando parar de bater as asas para deixar o Senhor atuar. Cuidado com o mau uso e com o abuso das asas. A doutrina da graça convida-nos a estendê-las e a descansar nas promessas do Senhor e na obra de Jesus Cristo na cruz do Calvário.

O legalismo faz-nos depender muito de nós mesmos e pouco de Deus, pois diz: “Faça isso, e mais aquilo e assim você agradará a Deus”.

A graça nos diz: “Sem fé é impossível agradar a Deus” (Hb 11.6). Tudo o que fizermos para Deus tem de ser feito com fé. Estenda as suas asas, deixe-as planar e firme-se na fé e na esperança. Deus o sustentará para que você não caia. 

No Salmo 91.4 está escrito: “Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro...” E, em Judas 24 a Bíblia diz: “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeços e para vos apresentar com exultação, imaculados diante da sua glória...”

Em terceiro lugar, recordemos que a águia busca as alturas, ao contrário dos abutres, que fazem seus ninhos baixos, comem carniça e sobem pesadamente a um galho de árvore para fazer sua digestão. Podemos dizer que abutres e urubus são aves preguiçosas. A águia é mais ativa, o macho e a fêmea trabalham juntos em tudo. O abutre gosta da planície, do que está embaixo. A águia gosta das alturas, do que está em cima. Podemos dizer que o abutre representa o não-convertido e a carne, enquanto a águia representa o crente e o Espírito. 

O crente não é como o abutre que, como ave gregária, anda com todo mundo. O crente associa-se com os poucos de Deus. As galinhas são de baixo, as águias são de cima; a galinha é medrosa, a águia é valente, brava e sabe se defender com as garras e o bico. O crente-águia é chamado a ser radical em sua guerra espiritual. Não retrocede diante do inimigo, mas avança sem temor e, como a águia, voa por cima das tormentas que encontra pelo caminho. 

Irmão águia, voe por cima das circunstâncias, olhando para Cristo, como diz o apóstolo Paulo em Colossenses 3.1-3: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus.”  

texto de Herman Hartwich / 'apaz'




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O PAPEL DAS ESTRELAS

Então [Deus] o levou [Abraão] fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar.

Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo (Gênesis 15:5; Filipenses 2:15).


Saia de casa em uma noite estrelada e olhe para o céu: nosso grande Criador crivou a abóbada celeste com uma multidão de estrelas, que formam parte da luz que ele nos deu. Da mesma forma, Deus também colocou os cristãos nas trevas morais deste mundo para brilharem "no meio de uma geração corrompida e perversa".
Uma estrela é um objeto celestial, e este é o verdadeiro caráter dos crentes: eles nasceram de Deus e, portanto, pertencem ao povo celestial (1 Coríntios 15:40-48). Portanto, convidam as pessoas a olharem para cima e lembrar que há um Deus sábio e todo-poderoso, infinito como o universo, um Deus de quem receberam a vida, e diante de quem um dia terão de prestar cont…

Por que você não deixa que Deus decida com o que vai se preocupar?

Talvez você não queira incomodar Deus com suas dores. Afinal de contas, “Ele tem a fome mundial, pestes e guerras para se preocupar. Ele não vai se importar com meus pequenos problemas,” você pensa. Por que você não deixa que Ele decida com o que vai se preocupar?
Jesus se importou com uma festa de casamento o suficiente para providenciar vinho. Ele se importou o suficiente com a mulher perto do poço para responder às perguntas dela. 1 Pedro 5:7 diz “Ele tem cuidado de vocês.”
Seu primeiro passo deve ser ir para a pessoa certa. Vá para Deus. O segundo passo é tomar a postura certa. Curve-se diante de Deus. Lucas 18:7-8 nos relembra“Acaso Deus não fará justiça aos Seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite?…Ele lhes fará justiça, e depressa.”
Ouça à oração em Salmo 25:1-2: “Senhor, a ti elevo a minha alma. Em ti confio, ó meu Deus.” Então, vá…curve-se e confie. Vale à pena, não acha?
mensagem de Max Lucado De “Aliviando a Bagagem”
~~~~~~~~~~~~~~~~~~ #DevocionalDádivasDoSenhor

O Sentido da Vida... sempre preocupou a humanidade

"Por que vivo?",  "Qual a razão da vida?",  "Qual o objetivo de viver?"
Mary Roberts Rinehart disse sobre o sentido da vida: "Um pouco de trabalho, um pouco de sono, um pouco de amor, e tudo acabou."  Edmund Cooke afirmou: "Nunca vivemos, mas sempre temos a expectativa da vida."  Colton:  "A alma vive aqui como numa prisão e é liberta apenas pela morte."  Shakespeare:  "Viver é uma sombra ambulante."  R. Campbell: "Viver é um corredor empoeirado, fechado de ambos os lados."  Rivarol: "Viver significa pensar sobre o passado, lamentar sobre o presente e tremer diante do futuro."

Será que todas essas não são afirmações bastante amargas e desanimadoras sobre o sentido da vida? Parece que todos falam apenas de existir e não de viver verdadeiramente.
Jesus tocou no âmago da questão ao dizer: "Eu sou... a vida" (João 14.6). Por isso o apóstolo Paulo escreveu sobre o sentido da sua vida: "Porquant…