Acolhemos com prazer aquelas palavras que são ditas a seu tempo.


A verdadeira arte da conversação não é só dizer a coisa certa no lugar certo, mas evitar ou esclarecer as coisas mal-entendidas. 

Algumas pessoas usam muito pouca discrição em suas observações. Como é dita uma coisa pode determinar seus resultados tão bem como o conteúdo em si da mensagem. 

Paulo escreveu sobre falar "a verdade em amor" (Efésios 4:15); isso se relaciona tanto com a maneira de dizer como com o que é dito. Se você deseja que suas palavras sejam ditas a seu tempo, aprenda a ter tato na conversação. 

🌷🌿

Trecho da mensagem de Irvin Himmel

As bênçãos de Deus são dispensadas de acordo com as riquezas da graça dEle, e não de acordo com a profundidade da nossa fé.


Eu havia planejado tirar uma soneca durante a viagem. Mas o homem ao meu lado teve outras ideias! Sabendo que eu não poderia dormir, eu abri minha Bíblia.

“Que cê tá estudando aí, cara?” Eu respondi, mas ele não ouviu.

“A igreja está perdida,” ele declarou. “Presa no inferno e doente no coração”
“Cristãos estão dormindo. Eles não oram. Eles não amam. Não se importam.” Assim ele começou a listar todas as aflições e fraquezas da igreja.

Eu não deveria ter permitido que aquilo me incomodasse, mas incomodou. A fidelidade de Deus nunca dependeu da fidelidade dos seus filhos. Ele é fiel mesmo quando não o somos. Quando não temos coragem, Ele tem.

Provavelmente eu nunca mais verei aquele pregador do pessimismo de novo, mas se você o vir, você pode dar a ele um recado por mim? As bênçãos de Deus são dispensadas de acordo com as riquezas da graça dEle, e não de acordo com a profundidade da nossa fé. É isto que faz de Deus, Deus! E é isto que faz a igreja forte.

“Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus, para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus.” Efésios 2:6-7

Max Lucado
Fonte: O Trovão Gentil


Chuvas de Primavera para amadurecer.


Peça ao Senhor chuva de primavera, pois é o Senhor quem […] envia a chuva aos homens (Zc 10.1)

Salvo em caso de pecado, os israelitas podem contar com as primeiras e as últimas chuvas (Dt 11.13-15), também chamadas chuvas de outono e de primavera. Estas últimas eram as chuvas serôdias, isto é, aquelas que vêm no final da estação própria.

As primeiras chuvas caíam no outono e inverno, entre outubro e fevereiro, e eram essenciais para que os plantios começassem a crescer. As últimas chuvas caíam na primavera, nos meses de março e abril, e proviam o crescimento maduro de tudo que havia sido plantado.

Na demora ou na ausência das últimas chuvas, o povo deveria orar: “Peça ao Senhor chuva de primavera, pois é o Senhor quem faz o trovão, quem envia a chuva aos homens e lhes dá as plantas do campo”.

Não era para pedir o que já se possuía nem um leque enorme de favores. A oração devia mencionar com precisão a necessidade do momento, no caso do texto de Zacarias, a chuva de primavera.

Preciso das chuvas de outono para começar a crescer e das de primavera para amadurecer!


🍒
mensagem de Elben César
Texto originalmente publicado em Refeições Diárias com os Profetas Menores/Ultimato.


Talvez hoje o Senhor pergunte "tu me amas"?


Senhor, tu sabes todas as cousas, tu sabes que eu te amo." João 21.17

As perguntas do Senhor sempre revelam o que está dentro de nós. Se o Senhor lhe perguntar hoje: "...tu me amas?", e você permitir que essa pergunta entre em seu coração, de repente você notará que Ele tocou um ponto em você que há muito estava adormecido, e você se comove. 

Então, do fundo do seu coração, irrompe a verdade, que há muito tempo estava soterrada: "Sim, Senhor, eu te amo porque tu me amaste primeiro." 

Quando Pedro foi questionado dessa maneira, começou a se dar conta do quanto amava ao Senhor. Para ele foi como que uma revelação quando reconheceu isso, e disse cheio de emoção: "Senhor, tu sabes todas as cousas..."

Com que paciência, determinação e tato o Senhor lidou com Pedro. Ele havia traído o Senhor e, ao mesmo tempo, por puro medo e covardia amaldiçoou-se a si mesmo! 

O Senhor nunca faz perguntas antes que tenha chegado o tempo oportuno para isso. Muito provavelmente um dia, talvez hoje mesmo, Ele chegue bem perto de você, olhe para você e – sem mencionar os pecados que você cometeu – lhe pergunte: "...tu me amas?"


       🌻Mensagem de Wim Malgo🌻

Quando choramos com Cristo, após as lágrimas experimentamos seu poder de renovação da vida.


João 11:25 - Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

Uma, das duas vezes registradas nas Escrituras, que relata o choro de Jesus foi na morte de Lázaro. Diz o texto que “Jesus chorou” (João 11:35).

Houve tempo quando crente chorar era considerado mau testemunho. E isso era principalmente enfatizado, durante os funerais. O que nos ensinavam era que o enterro dos crentes deveria ser uma cerimônia de alegria, porque o ente querido que falecera “já estava com o Senhor”, vivendo uma vida melhor do que a nossa.

Quando, pela primeira vez, li que “Jesus chorou”, por causa da morte de um ente querido, fui obrigado a rever aquele conceito antigo de “mau testemunho”. Crente não se desespera, frente à morte. Mas crente saudável chora, quando seu ente querido morre. Sofrer o luto é saudável, porque é bíblico. Sofrer o luto nos liberta de todos aqueles sentimentos negativos que nos assaltam, quando experimentamos perdas. 

A libertação do luto abre caminho para a renovação da vida. Quando Cristo está no funeral, é permitido chorar. Mas quando choramos com Cristo, após as lágrimas experimentamos seu poder de renovação da vida. Jesus chorou.

🌷... mensagem de pr. Olavo Feijó


Sempre, Precisamos nos lembrar do cuidado de Deus!



Não escolham permanecer com a cabeça afundada no caos, na angústia, no medo, na ansiedade, na falta de sentido que corrói seus dias e aponta para a morte. Ergam a cabeça para olhar os ipês-amarelos. E, então, zombem da morte junto comigo. De olhos fitos nos ipês, digamos juntos: “Onde está, ó morte, a sua vitória?”!

Aposto que meu avô pensava nisso quando, um mês e meio antes de morrer, ergueu a cabeça para ver melhor os ipês-amarelos da avenida Santa Rita e... caiu – seu penúltimo tombo. Aposto que, quando ele pediu ao taxista para pegar o caminho mais longo, que passava pela “avenida dos ipês amarelos”, ele sabia que precisava se lembrar do cuidado de Deus. 



Sabia que tinha de observar os lírios do campo para entender o que eles dizem a respeito de Deus e 


da nossa humanidade caótica, mas perdoada; 
presa, mas liberta; 
triste, mas cheia de esperança; 
morta, mas viva na ressurreição de Cristo.


Levantemos a cabeça, não porque sejamos dignos ou autossuficientes, mas para que possamos ver melhor os ipês-amarelos e, assim, lembrar-nos da maravilhosa esperança que há em Cristo – a esperança de uma vida viva! Os ipês falam não de uma vida sem lágrimas, mas de uma vida em que as lágrimas são sempre acompanhadas de consolo e as dúvidas mais cruéis são suavizadas pelo sentido que permeia todas as coisas, uma vida em que a morte já morreu.


(trecho da mensagem de) 
• Clara Lenz César Bontempo, 22 anos, é estudante de Publicidade e Propaganda na UFMG e membro da Comunidade Evangélica do Castelo, em Belo Horizonte, MG. É a neta do pastor Elben César sobre quem ele escreveu o Diário de Emergência do Avô de Clara, publicado na edição 237 da revista Ultimato.

Esta é a receita para não vacilar: aprender a deixar o Senhor no comando de nossa vida...


Salmos 16:8 - ¶ Tenho posto o SENHOR continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei. 

Davi começa seu salmo implorando pela proteção poderosa e infalível do Senhor: “pois em Ti me refugio”. Após lamentar as derrotas espirituais daqueles que “correm atrás de outros deuses”, o salmista declara radiantemente: “Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim. Por isso que Ele está à minha direita, nunca vacilarei” (Salmo 16:8).

O rei chama atenção para um ponto delicado, ao escrever: “não tenho bem nenhum além de Ti”. Nosso grande problema existencial é a enorme coleção de bens de que dispomos e aos quais damos preferência. Quando isto acontece, Deus é apenas um dos itens de nossa lista – a quem apelamos, somente depois de descobrir que as atraentes soluções humanas são furadas. Até chegar à conclusão do salmista, apanhamos um bocado...

O segredo de não vacilar, continuamente, é apelar para as soluções divinas de maneira contínua. É comum entregar a Deus as rédeas de nossa vida, somente depois, às vezes muito depois, de constatarmos os furos das nossas soluções humanas. Como isso não é coisa rara, entre os discípulos, Tiago nos ensina que Deus usa as nossas provações, para o fortalecimento de nossa confiança nas soluções divinas. Esta é a receita para não vacilar: aprender a deixar o Senhor no comando de nossa vida... mesmo quando as estratégias Dele nos pareçam um pouco estranhas.
            
                                🍎🍒🌸    mensagem de Pr. Olavo Feijó



SENHOR, em vez de discutir o problema, lembra-me de conversar contigo.



“Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.” (João 16.33)

Digamos que algo gerador de estresse cruze seu caminho. A médica decide que você precisa de uma cirurgia. Ela detecta um nódulo e acha que é melhor removê-lo. Assim, lá está você, saindo do consultório. Acabou de receber um copo de ansiedade. O que vai fazer com ele? Você pode colocá-lo em um entre dois potes.

Pode jogar sua má notícia na panela da preocupação e tirar uma colher. Acenda o fogo. Cozinhe-a. Mexa. Deixe ferver por um tempo. Não demora muito e você terá uma deliciosa travessa de pessimismo.

Que tal uma ideia diferente? O pote da oração. Antes de a porta do consultório da médica fechar, entregue o problema a Deus. “Aceito o teu senhorio. Nada chega a mim que não tenha passado primeiro por ti”.

Sua parte é oração e gratidão.


A parte de Deus? Paz e proteção. “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus” (Fp 4.7).



Senhor Deus, quando eu estiver cercado por desafios imensos, que meus pensamentos e minhas palavras se voltem para ti. Em vez de discutir o problema, lembra-me de conversar contigo. Que meu primeiro pensamento pela manhã e meu último pensamento à noite estejam centrados em ti. Quando for tentado a olhar para os gigantes da minha vida, optarei por olhar para ti.



mensagem de Max Lucado

(Imagem: aquarela de Steve Hanks)



                                                🌸🌹🌼🌺🌻






A história do amor vencedor.

O Jardim do Éden


O #Éden foi um paraíso enquanto Adão e Eva amavam e respeitavam a Deus. Era um paraíso, não tanto por causa da perfeição e da beleza física de Adão e de Eva, mas sim por causa da beleza da sua #santidade.

Não tanto por causa da falta de cardos e de abrolhos, mas mais por causa da falta de pecado.

Não tanto por causa da presença da árvore da vida, mas mais por causa da "presença do Senhor Deus . . . por entre as árvores do jardim" (Gênesis 3:8).  

Na verdade, Deus habitava com o homem.  Era o céu na terra.

Satanás viu o plano de Deus e decidiu afastar as criaturas de seu Criador.  Em conseqüência das tentativas de Satanás, a humanidade está longe do que Deus desejava, e o mundo está longe de ser um paraíso.

Mas Deus não abandonou seu propósito.  Ele predestinou os que o amavam para serem chamados, justificados, glorificados e "conformes à imagem de seu Filho" (Romanos 8:28-29).  E, tendo predeterminado isso, isso tem que acontecer, custe o que custar.

A #Bíblia é a história da execução do plano de Deus apesar da oposição de Satanás.  É a história do amor vencedor.  Nenhuma decisão que possamos fazer é tão urgente como a decisão de amar aquele que nos amou primeiro e permitir que o seu propósito seja concretizado em nossa vida.

Mensagem de Sewell Hall


💖😍

Enoque esperava pela Vinda do Senhor, porque andava com Ele.


Enoque, ao viver com Deus, pregou a mensagem do “Maranata” ao mundo de sua época. É o que lemos em Judas 14: “...profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades”.

Esse homem tinha uma esperança viva. Ele esperava pela Vinda do Senhor, porque andava com Ele. Ele já vivia no futuro.

Quanto mais efetivamente vivermos com Deus, mais viva e real será a nossa esperança pela Sua Vinda. Assim, somos outra vez incentivados a segui-lO decididamente.

Enoque não foi decepcionado em sua esperança, pois Deus o levou para Si. Deus veio para buscá-lo.

Maranata!


Wim Malgo

Feliz Setembro junto do Senhor que É O nosso Refúgio! (Salmo 90:1-6)

A Bíblia nos ensina a usar o tempo de maneira boa. Não devemos desperdiçar nosso tempo com o pecado mas procurar fazer a vontade de Deus enquanto ainda temos tempo.
(bibliaon)

Senhor, tu és o nosso refúgio, sempre,
de geração em geração. Antes de nascerem os montes
e de criares a terra e o mundo,
de eternidade a eternidade tu és Deus. Fazes os homens voltarem ao pó,
dizendo: "Retornem ao pó, seres humanos!" De fato, mil anos para ti
são como o dia de ontem que passou,
como as horas da noite. Como uma correnteza, tu arrastas os homens;
são breves como o sono;
são como a relva que brota ao amanhecer; germina e brota pela manhã,
mas, à tarde, murcha e seca. 
Salmos 90:1-6

bem vindo setembro - Pesquisa Google

Nossa carreira aqui na Terra é semelhante à vivência de todo grande atleta e O Espírito Santo é o melhor de todos os treinadores!

1 Coríntios 10:13 - Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 

Nascemos neste mundo, onde as forças da maldade não se cansam de nos machucar. Desde o Éden, o objetivo de Satanás tem sido o de nos fazer acreditar que nosso destino será a derrota, igual a dele. O Senhor Jesus, porém, declarou definitivamente que a vitória final pertence a Ele, desde o princípio. “No mundo tereis tribulações”, afirmou o Mestre. Mas não ficou por aí, com toda a clareza, adiantou Jesus: “contudo, tenham ânimo: Eu venci o mundo” (João 16:33).

Neste contexto, explicitamente afirmado pelo Senhor, o apóstolo Paulo acrescentou: “Deus é fiel: Ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, Ele mesmo vos providenciará um escape, para que o possam suportar” (I Coríntios 10:13).

Há coisas básicas, essenciais, que devem fazer parte da nossa estrutura cristã. Uma delas, aliás muito enfatizada por Paulo, é a de que nossa carreira, aqui na Terra, é semelhante à vivência de todo grande atleta: porque nosso desafio é grande, nosso treinamento não deve ser pequeno. 

O Espírito Santo, porém, é o melhor de todos os treinadores

Ele nos estimula, até conseguirmos o máximo que Ele mesmo estabeleceu que consigamos. Por isso, Ele não nos permite provação capaz de destruir nossa musculação espiritual. É preciso que levemos isto muito a sério: quanto maior nosso desafio espiritual, maior a capacitação que receberemos do Espírito de Cristo. Sempre na medida certa!

mensagem de "pr. Olavo Feijó"

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨ 💙

Não vos preocupeis; devemos lembrar que o Senhor é Soberano e cuida de cada detalhe da nossa vida.

Uma notícia ruim segue à outra. Os intervalos entre elas são cada vez menores e sua intensidade aumenta. Alguém disse recentemente: "A situação está tão séria que não podemos mais apenas comentá-la – devemos elevar nossa voz". Entretanto, como nós cristãos ainda nos encontramos sobre a terra e somos confrontados com sofrimentos e dificuldades, corremos o risco de ficar com medo e de preocupar-nos com o atual estado de coisas.


Muitos olham para o futuro com apreensão. O perigo para os crentes nestes tempos finais, conforme as palavras do Senhor Jesus, não está no risco de sucumbir no meio de tantos problemas, mas em se preocupar com tudo o que está acontecendo. E é justamente em relação às preocupações que Ele nos alerta, quando nos diz em Lucas 21.34: "Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço".


Paul Schütz escreveu:

As preocupações da vida são o maior tirano que existe, e ele lidera um exército de algozes e verdugos que nos comandam e escravizam. A seu serviço encontramos a desconfiança, o medo, a consciência pesada, o desalento, a murmuração, a crítica, a irritação, a amargura, a teimosia, a tristeza, a depressão, o desespero e a frieza para com Deus. "Não vos preocupeis!", é o brado contra essas inclinações diabólicas.



Realmente, devemos lembrar que o Senhor é Soberano e cuida de cada detalhe da nossa vida. Jesus disse em Lucas 12.6-7: "Não se vendem cinco pardais por dois asses? Entretanto, nenhum deles está em esquecimento diante de Deus. Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais! Bem mais valeis do que muitos pardais." 


parte da mensagem de Norbert Lieth 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


O silêncio de Deus em nossa vida pode ter vários motivos.

"Ouve, Senhor, a minha oração, escuta-me quando grito por socorro; não te emudeças à vista de minhas lágrimas." Salmo 39.12


O silêncio de Deus em nossa vida pode ter vários motivos. Por exemplo, se apesar da nossa oração não queremos admitir toda a verdade: "Jesus, porém, guardou silêncio." O sumo sacerdote, que interrogou a Jesus, queria admitir a mentira, e não reconhecer a Jesus mesmo como "a verdade". Preferiram procurar falso testemunho contra Ele. 

O problema de muitos crentes é que, na verdade, eles oram invocando a Deus para pedir-Lhe ajuda, dizendo como gostariam de ser santificados, mas mesmo assim ainda não estão dispostos a obedecer àquilo que o Senhor lhes mostra acerca de suas vidas interiores. É nesse ponto que o Senhor silencia, e Seu silêncio é a mais profunda resposta.

Um outro motivo é quando Ele não tem mais muito a nos dizer: "E de muitos modos o interrogava; Jesus, porém, nada lhe respondia." O rei Herodes pensava que como rei poderia começar uma interessante discussão com o Rei dos reis. Mas Jesus não lhe respondeu nada. 

Por que não? Porque Herodes não se preocupou com um encontro de coração com Jesus. Este é o motivo por que você também não recebe resposta. Você procura os milagres do Senhor ou a pessoa do Senhor? Quer a ajuda ou o Ajudador?

mensagem de Wim Malgo

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Encontre a sabedoria divina que transforma corações humanos.


Pelo contrário, Deus escolheu as cousas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as cousas fracas do mundo para envergonhar as fortes." 1 Coríntios 1.27

Você é culto? Estudou muito? Seus filhos freqüentaram escolas superiores? Mas por que será que você é presunçoso por causa disso? 
Por que sua instrução leva você a um orgulho próprio tão repugnante? Por que seus filhos, pelos quais gastou muito dinheiro para que estudassem, não querem saber mais nada do Evangelho? 

Será que não foi porque você procurou o sucesso e não a bênção, preferindo a honra dos homens em vez da que vem do Senhor? 

Você está abarrotado de sabedoria humana, mas não tem a sabedoria divina que transforma corações humanos. 

Onde você pode conseguir essa sabedoria? 

A Palavra de Deus lhe dá a resposta: 
"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência." Você não encontra essa sabedoria em livros, você não pode estudar esse "conhecer e temer o Santo de Deus". Não, essa bênção divina, ao invés do sucesso humano, você encontra na renúncia da sua velha natureza, junto do crucificado no Calvário. Somente ali você encontra a eterna sabedoria de Deus em Jesus Cristo, nosso Senhor.

mensagem de Wim Malgo

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Não devemos colocar Deus a prova ou viver nossas vidas sem temer Sua santidade.

1 Coríntios 10:9 - E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes. 

RAZÃO DE VIVER....

O quarto pecado do povo foi colocar a paciência de Deus a prova. Paulo está provavelmente citando Nm 21.5-6. Os israelitas mais uma vez se voltaram contra o Senhor e contra Moisés, acusando-os de os tirar do Egito para morrerem no deserto. Tamanha foi a revolta que chegaram a reclamar inclusive do maná que Deus enviava do céu para supri-los. A ira de Deus se acendeu contra aquela gente, fazendo com que o Eterno enviasse serpentes venenosas contra o acampamento, matando muitos deles.

O Senhor é paciente e benigno, mas também é fogo consumidor (Hb 12.29; Dt 4.24). Muito embora temos em Cristo uma propiciação perfeita pelos nossos pecados, isso não significa que Deus faça vista grossa aos nossos erros e a nossa ingratidão. Como um pai que se compadece dos seus filhos, ele nos ama (Sl 103.13); e amar também é corrigir e prestar contas (Hb 12.5-11). Por isso, não devemos colocar Deus a prova ou viver nossas vidas sem temer Sua santidade, pois, se necessário for, Ele nos tratará com disciplina e rigor, a fim de nos ensinar a viver para Ele.


mensagem de 
Pastor Sérgio Fernandes

~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Por que você não deixa que Deus decida com o que vai se preocupar?


Talvez você não queira incomodar Deus com suas dores. Afinal de contas, “Ele tem a fome mundial, pestes e guerras para se preocupar. Ele não vai se importar com meus pequenos problemas,” você pensa. Por que você não deixa que Ele decida com o que vai se preocupar?

Jesus se importou com uma festa de casamento o suficiente para providenciar vinho. Ele se importou o suficiente com a mulher perto do poço para responder às perguntas dela. 1 Pedro 5:7 diz “Ele tem cuidado de vocês.”

Seu primeiro passo deve ser ir para a pessoa certa. Vá para Deus. O segundo passo é tomar a postura certa. Curve-se diante de Deus. Lucas 18:7-8 nos relembra “Acaso Deus não fará justiça aos Seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite?…Ele lhes fará justiça, e depressa.”

Ouça à oração em Salmo 25:1-2: “Senhor, a ti elevo a minha alma. Em ti confio, ó meu Deus.” Então, vá…curve-se e confie. Vale à pena, não acha?

mensagem de Max Lucado
De “Aliviando a Bagagem”

~~~~~~~~~~~~~~~~~~
#DevocionalDádivasDoSenhor

Uma História de Salvação milenar maravilhosa!

A Bíblia registra que as primeiras palavras que um homem dirigiu a Deus, foram: “Ouvi a tua voz no jardim, e... tive medo...” (Gn 3.10). As últimas palavras de um homem, dirigidas a Deus e relatadas na Bíblia, são: “Amém! Vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20).

Podemos ver, assim, para onde Deus quer conduzir as pessoas: tirá-las da miséria do pecado e levá-las ao Seu maravilhoso Reino!
Seu objetivo não é manter o homem com medo dEle, mas que o homem possa clamar, de coração cheio de felicidade:

         “Vem, Senhor Jesus!”

Lindo é quando alguém escolhe pousar ao teu lado podendo voar. Podendo encontrar outros ninhos Outros caminhos E escolhe ficar! "

Entre essas duas manifestações encontra-se uma História de Salvação milenar maravilhosa, na qual Jesus é o ponto central e de referência máxima.

Maranata!

~~~~~~~~~~~~
mensagem de Norbert Lieth

A forma mais rápida de apagar o fogo da raiva é com um "balde de oração"


Olhem o poder da oração! Em Apocalipse 8:5, João viu as orações dos santos e disse que havia “trovões, vozes, relâmpagos e um terremoto.” Você pede ajuda a Deus e BUM! Fogo cai na terra. Levante suas preocupações ao céu, e turbulência começa.

Vá! Fique em pé por aqueles que você ama. E sim, fique em pé por aqueles que você não ama. Ore por aqueles que lhe machucam. A forma mais rápida de apagar o fogo da raiva é com um balde de oração. Ao invés de reclamar, esbravejar ou causar um escândalo, ore. Jesus fez isso. Enquanto ele estava pendurado na cruz, ele intercedeu por seus inimigos: “Pai, perdoe-os, porque não sabem o que fazem.” Até Jesus deixou seus inimigos nas mãos de Deus.

Antes que você diga “amém” vem o poder de uma simples oração.

mensagem de Max Lucado
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A vida é um presente embora requeira montagem.


Você quer ver o rosto de um pai de família tomado por desânimo? Coloque-se bem de perto enquanto ele se depara com as palavras “Requer Montagem” na caixa de um brinquedo que ele acabou de comprar para seu filho. O que segue são horas de tentar enfiar A em B, parafusar D em F, deslizar R para Z, e esperar que ninguém se dê conta de que passos quatro, cinco e seis foram totalmente pulados.

Estou persuadido de que o diabo mora nos detalhes da montagem de brinquedos. Em algum lugar na perdição está um armazém de peças de brinquedos furtadas.

“Requer Montagem”. Não é a melhor frase de boas vindas, mas é honesta. A vida é um presente, embora requeira montagem. As peças não se encaixam. E quando não se encaixarem, leve seus problemas para Jesus. Ele diz “Traga seus problemas para mim!” Em oração declare-os com simplicidade. Apresente-os fielmente, e confie nEle com reverência!

mensagem de Max Lucado
------------------------------

Meu amigo, Deus quer falar com você! Prepare-se para se conectar com Deus como nunca antes!

Oração não é o privilégio do piedoso, nem a arte de uma elite escolhida. Oração é simplesmente uma conversa de coração aberto entre Deus e um dos Seus filhos. Quando nós convidamos Deus a entrar em nosso mundo, Ele traz muitas bênçãos: 
alegria, paciência, resistência. 

Ansiedades vêm, mas não permanecem. Temores aparecem, daí vão-se embora. Estou completando minha sexta década, mas estou cheio de energia. Mais feliz, mais saudável, e mais esperançoso! Lutas vêm, sem dúvida. Mas, Deus também vem.

Meu amigo, Ele quer falar com você. Ainda agora enquanto você vê estas palavras, Ele está batendo na porta. Abra-a. Dê-Lhe as boas vindas… e deixe a conversa começar!

Aqui está o meu desafio de oração para você! Cada dia, durante 4 semanas, ore por 4 minutos com a oração simples: “Pai, o Senhor é bom. Eu preciso de ajuda. Me cure e me perdoe. Eles precisam de ajuda. Obrigado. No nome de Jesus, amém.” Daí, prepare-se para se conectar com Deus como nunca antes!

mensagem de 
Max Lucado
~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~

NÃO PERCA O PRAZO; Deus dá oportunidades únicas para que O conheçamos e nos rendamos a Ele.

Clamaram ali: Faraó rei do Egito é apenas um barulho; deixou passar o tempo assinalado (Jeremias 46:17).

No livro de Êxodo, a Bíblia relata como Deus interveio para libertar seu povo do Egito. Mas Faraó resistiu com toda a força. Então Deus enviou uma série de pragas para afligir a terra, e o Faraó estava consciente do motivo delas. Repetidamente ele declarou: "Pequei". Mas não mudou sua atitude e continuou resistindo. Então chegou o momento em que Deus disse: "Basta!". A oportunidade dada ao rei do Egito passara. Faraó estava perdido definitivamente.


Em nossos dias também existem tempos "assinalados". Se um advogado perde o prazo dos processos, as consequências são sérias. Se deixamos de fazer pagamentos no dia estabelecido, temos de arcar com despesas extras.

Em nossa vida Deus marca anos ou tempos aceitáveis (Isaías 49:8 e 61:2), ou seja, oportunidades únicas para que o conheçamos e nos rendamos a ele. Se negligenciarmos esses períodos, nossa vida aqui segue mais ou menos igual. Porém, as consequências serão trágicas na eternidade.

Na Bíblia, Deus afirma: "Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações" (Hebreus 3:7-8). Quem ignora esse chamado hoje, um dia terá de ouvir: "Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade" (Mateus 7:23).

Deus é um Deus de graça. 

Ele deu seu Filho por amor de nós e agora nos convida a nos rendermos ao Senhor Jesus Cristo, enquanto vivemos neste mundo. "Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação" (2 Coríntios 6:2). Não perca a sua chance. "Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus" (2 Coríntios 5:20).


mensagem de Boa Semente
apaz/2015/abril20

Jesus está dizendo para os cristãos de Esmirna, e para nós: "Eu estou com vocês"

"Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10).

Exilado na ilha de Patmos, João encontrava-se separado dos crentes, que o consideravam seu pai espiritual. O que, talvez, o magoava mais era estar distante dos crentes que passavam por dificuldades, especialmente os cristãos de uma cidade chamada Esmirna.

A palavra Esmirna quer dizer “sabor adocicado”. Satanás atacou ferozmente a igreja no segundo e terceiro séculos. Cristãos foram queimados atados aos postes. Eles foram atirados aos leões e martirizados no Coliseu de Roma. Mesmo assim, os esforços de Satanás não impediram o crescimento do cristianismo. Em vez disso, a igreja floresceu. O número de crentes cresceu. Um dos primeiros pais cristãos, Justino, declarou triunfantemente: “O sangue dos mártires é a semente da igreja.”

Domiciano foi um dos mais cruéis imperadores de Roma e se impôs sobre os cidadãos de Esmirna. Ele tentou aterrorizar os crentes para que se submetessem a ele. Os seguidores de Cristo não participavam nos ritos do culto ao imperador, o que era exigido como prova de boa cidadania naquele tempo. Os romanos os acusaram de serem desleais e de minarem a lei romana e a ordem.

Jesus tinha uma mensagem especial para os cristãos em Esmirna. Ele lhes disse: “Não temas as coisas que tens de sofrer” (Ap 2:10). Eu sei que vocês estão enfrentando momentos difíceis, Ele disse. Eu sei que estão sofrendo perseguição, mas Eu estou com vocês. “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2:10).

Esta não é apenas uma promessa maravilhosa; é um conselho prático para se viver uma vida plena de alegria hoje. O que torna tão difícil a perspectiva de momentos de dificuldade? Nossa imaginação. Ficamos pensando em todas as coisas terríveis que nos podem acontecer. Deixamos que a ansiedade tome conta de nós.

Jesus está dizendo para os cristãos de Esmirna, e para nós, que mesmo se nos acontecer o pior, mesmo se morrermos, nossa fidelidade será recompensada com a vida eterna, na segunda vinda. Com Cristo, estamos a salvo e seguros. Através de Cristo, triunfaremos mesmo nas piores circunstância, e isto é uma boa razão para louvá-Lo.

mensagem de Amilton Menezes
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Não espere mais, a vinda de Jesus se aproxima.

"Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele." (2 Crônicas 16.9)

A crescente aflição em nossos dias não se encontra nas grandes catástrofes, como terremotos, fomes e inundações por toda parte. Segundo o meu parecer, o perigo maior está no cristianismo dos tempos finais, que balança entre o sim a Jesus e o sim ao pecado, sendo jogado de um lado para outro, encontrando-se numa situação intermediária que pode ser fatal. 

O Senhor exaltado descreve essa situação nos denunciando, como segue: "Assim, porque és morno, e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca." Ser morno é um perigoso meio-termo. Este estado espiritualmente "em cima do muro" é inspirado pelo espírito do anticristo, que se propaga cada vez mais, e isso na medida em que se aproxima a vinda de Jesus, e assim o juízo final. 

Uma pergunta: você é um filho de Deus? Você responde: "Espero que sim". Ou: "Eu gostaria de sê-lo". Mas se você não pode dar uma resposta certa a essa pergunta clara, você não é nem uma coisa nem outra. Então você é o que o Senhor Jesus chama de "nem quente nem frio", isto quer dizer, nem incrédulo, nem crente fervoroso. Você, que ainda não é salvo: converta-se ainda hoje, pois evidentemente você não tem mais muito tempo!

mensagem de Wim Malgo
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


No nosso dia-a-dia esperamos todo tipo de coisas, só não esperamos exclusivamente por Jesus.


"Na tua longa viagem te cansas." (Isaías 57.10)

O fato de muitas vezes sermos incapazes de nos revestir do poder vitorioso e da força do Senhor em nossa fraqueza é o resultado de um coração dividido, que tem esperanças fragmentadas, divididas e dispersas. 

No nosso dia-a-dia esperamos todo tipo de coisas, só não esperamos exclusivamente por Jesus. E por Ele não ter a máxima prioridade na nossa esperança, muitas coisas, nas quais depositamos grandes esforços, falham ou saem mal. 

Penso na oportuna palavra do Senhor através do profeta Ageu: "Esperastes o muito, e eis que veio a ser pouco, e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu com um assopro o dissipei. Por quê? diz o Senhor dos Exércitos; por causa da minha casa, que permanece em ruínas, ao passo que cada um de vós corre por causa de sua própria casa." Em outras palavras, isso acontece porque o seu próprio "eu" recebe a prioridade em sua vida, e o Senhor só tem o segundo ou terceiro lugar. 

Deixe-me chamar a atenção para o fato de o Senhor justamente agora registrar onde estão colocadas as prioridades na escala de valores de cada pessoa que lê estas linhas. Ele prova os mais profundos propósitos do nosso coração! Aquele que nega ao Senhor o que Lhe pertence prova que seu coração está completamente dividido em relação a Ele. E essa não é uma pessoa feliz.

mensagem de Wim Malgo
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
(imagem da internet)


Paulo sabia melhor. O importante não era o que Deus tinha feito no passado; mas cada dia em que ele precisava ir a Deus em busca de graça!


“Por isso não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo o nosso homem interior se renova de dia em dia” (II Coríntios 4:16).

UM DIA DE CADA VEZ

“O que você vê em mim, agora, não é realmente o que eu sou. Você deve olhar dentro de mim para ver a verdadeira pessoa”.

As palavras vieram de um respeitado amigo, agora morrendo de câncer. Ele queria que eu olhasse para trás do rosto desfigurado, da forma abatida, do leito hospitalar com seus tubos e medidores, e me lembrasse dele como tinha sido. Sua mente e o seu coração expressavam melhor a pessoa real do que o seu corpo torturado.

Você conhece uma pessoa que transborda de vigor, força e segurança? Sente que poderia correr uma maratona com tal indivíduo. Ou talvez um deficiente físico que se apega tão fortemente à vida como suas mãos se apegam à cadeira de rodas?

Paulo era contagiado por um espírito indômito. Ergueu-se de sob um montão de pedras e caminhou para a cidade de Listra. Atravessou com dificuldade a praia em Malta e pôs-se a ajuntar lenha. Quando uma víbora o atacou, ele a sacudiu e continuou atiçando o fogo.

Conhecia tão bem o desgaste da fome, a agonia do aprisionamento injusto, as poderosas injúrias que os homens infligiam sobre suas vítimas. Mas o Paulo que estava no interior daquele corpo cicatrizado e enfraquecido nunca perdeu sua confiança em Deus.


Ele se sustinha olhando sempre para Deus. 


É verdade que não havia esquecido a estrada de Damasco, ou o confronto com o legalismo, ou qualquer outra lição de vida. Mas se lembrava delas a fim de reassegurar-se quanto ao futuro. Deus esperava no futuro para auxiliá-lo e livrá-lo.

Ele sentia a morte em seu corpo. O homem exterior estava perecendo. Conhecia muito os riscos que estava correndo, como tinha empurrado a força física aos seus limites. Conhecia sua mortalidade. Mas Deus lhe dera a certeza de que haveria vida. Dia a dia encontrava renovação.

Muitas vezes esperamos que o dia em Deus, pela primeira vez, concedeu vida espiritual será suficiente para sempre. Paulo sabia melhor. O importante não era o que Deus tinha feito no passado; mas cada dia em que ele precisava ir a Deus em busca de graça. Jamais permitia que o mundo externo o desviasse do espiritual. Nem esquecia o poder que dia a dia o sustinha e renovava.


“Coisa alguma é aparentemente mais desamparada, e na realidade mais invencível, do que a alma que sente o seu nada, e confia inteiramente nos méritos do Salvador” (A Ciência do Bom Viver, p. 182).


mensagem de Amilton Menezes/novotempo

link para compartilhar: (copie e cole)  http://bit.ly/2nO7yGo


Pais Ensinam seus Filhos - o princípio ensinado por Jesus nos chama ao cumprimento de deveres.

Jesus resumiu a responsabilidade humana em dois mandamentos: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Mateus 22:37-39).
 
O verdadeiro amor não é egoísta, nem motivado por seus próprios interesses (1 Coríntios 13:4-7). Em uma sociedade que incentiva a satisfação ilimitada e imediata dos desejos, o princípio ensinado por Jesus nos chama ao cumprimento de deveres.
[...]

Apesar das doutrinas distorcidas pregadas hoje, Jesus não veio ao mundo para agradar aos homens, dando-lhes tudo que seus corações egoístas desejam. Ele veio para estabelecer seu reino, para assumir seu devido lugar como soberano sobre todos nós, assim nos resgatando dos nossos próprios pecados. 

Como soberano Rei, ele exige dos seus súditos a submissão total, o compromisso de obediência completa. Uma parte fundamental do processo de se tornar discípulo de Cristo é a decisão de se entregar em obediência. 

Jesus enviou seus apóstolos a divulgar a boa nova com estas palavras: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mateus 28:19-20).

Criar crianças egoístas significa encaminhar filhos para longe de Deus. Por isso, os pais que amam seus filhos ensinam a importância da fidelidade em cumprir compromissos e se preocupam muito mais com deveres do que com sentimentos. Esses pais ajudam os filhos a perguntarem o que Deus deseja e o que eles devem fazer. Diminuem o “eu” para engrandecer o Criador e Salvador. Criam filhos que agradam a Deus e que servem aos outros.

Pais, ensinem seus filhos a amar e servir, começando com o próprio Senhor!

parte da mensagem de 
Dennis Allan
 #DevocionalDádivasDoSenhor

REGRA DIVINA; que estejam presentes o acusado e o acusador!

Quando no meio de ti… se achar algum homem ou mulher que fizer mal … E te for denunciado, e o ouvires; então bem o inquirirás; e eis que, sendo verdade, e certo… Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício. __ Por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda a palavra (Deuteronômio 17:2,4-5; 2 Coríntios 13:1).


UM REMÉDIO SIMPLES E EFICAZ

A absoluta necessidade de ter um testemunho confiável e competente antes de se formar um juízo em qualquer caso é de imensa importância. Nas Escrituras isso é encontrado com freqüência, pois é uma invariável regra no governo divino, e, portanto, exige nossa plena atenção. Com toda certeza essa é uma ordem benéfica e prudente, e ignorá-la sempre nos conduz ao erro. Jamais deveríamos permitir formar, muito menos expressar, um juízo e agir de acordo com ele sem a palavra confirmatória de duas ou três testemunhas.

Temos de aderir à regra divina – “por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda a palavra”. Isso deve ser feito com zelo ainda maior na Igreja de Deus! É valioso em todos os casos de disciplina, e é simplesmente incalculável naqueles casos que afetam o caráter de alguém. Antes mesmo da assembléia chegar a uma conclusão ou agir segundo um conceito estabelecido, ela tem de insistir em obter evidências adequadas.

E devemos lembrar que esse grande princípio prático não se restringe somente a casos de disciplina ou questões ligadas à assembléia dos santos, mas é de aplicação universal.

Quando qualquer pessoa trouxer uma acusação contra outra que não esteja presente, temos de insistir em que se prove ou se retire tal acusação. Onde esse procedimento é adotado, fica-se livre de uma grande quantidade de maledicência, a qual não apenas é prejudicial, mas é devastadora e tem de ser eliminada.

mensagem de Boa Semente/2011/Marco15

Nani Azevedo - Atrai Meu Coração

De modo algum jure. A oração, o oposto do juramento, é a linguagem que se coloca a serviço de Deus.


Não digam nada que não tenham a intenção de cumprir. Esse conselho está impregnado em nossas tradições. Vocês só pioram a situação quando jogam aquela conversa piedosa: “Vou orar por você”, mas nunca oram; ou: “Deus abençoe você”, mas falam apenas da boca para fora. 

As palavras não se tornam verdadeiras só porque foram enfeitadas com floreios religiosos. Na verdade, a tentativa de fazê-las soar mais religiosas as torna menos verdadeiras. Digam apenas “sim” e “não”. Quando vocês manipulam as palavras, cometem um grande erro! (Mateus 5.33-37)

Encantamentos elaborados ou maldições veementes são igualmente fúteis. Deus não pode ser manipulado pelo modo como usamos a linguagem. A oração, o oposto do juramento, é a linguagem que se coloca a serviço de Deus. É o discurso mais simples e mais puro que existe.

Quais são as Escrituras que Jesus cita?

Deus, purifica meu discurso de toda pretensão e fingimento. Quero que todas as minhas palavras sejam uma oferta de amor, que todo o meu discurso seja um servo da verdade, no sentido que Jesus ensinou. Amém.

mensagem de Eugene H. Peterson. Editora Ultimato.


Não importa qual seja a situação, precisamos olhar além das aparências e nos lembrar de que Deus nunca abandona os que são Seus; e Ele nunca é injusto.

“Ai, senhor meu! Se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram [...]? Porém, agora, o Senhor nos desamparou e nos entregou nas mãos dos midianitas” (Jz 6 v. 13).


Do ponto de vista de Gideão, o Senhor tinha falhado com Seu povo. Que outra razão poderia haver para [os israelitas] estarem debaixo da opressão de Midiã? Que outra explicação poderia haver para o fato de Gideão ter que malhar o trigo naquele lugar tão vergonhoso e precisar esconder o cereal de seus opressores? Obviamente, pensava ele, o Senhor nos abandonou. Para Gideão, o Senhor estava em falta para com Seu povo.

O ato de malhar ou cirandar o cereal numa peneira serve para separar o grão da palha, as cascas inúteis que envolvem a semente propriamente dita.

Nesse aspecto, ele era bem parecido conosco. Quando enfrentamos águas profundas e situações horríveis, muitas vezes culpamos a Deus, achando que, de alguma forma, Ele nos deixou na mão ou não cumpriu Sua promessa de jamais nos abandonar. Ficaríamos surpresos com a rapidez com que mudaríamos de idéia se pudéssemos ver as circunstâncias em que nos encontramos, sob o ponto de vista de Deus.

Um pouco antes, ainda em Juízes 6, o Senhor revelou por que Israel sofria tanto e por que os midianitas pilhavam suas colheitas: “Fizeram os filhos de Israel o que era mau perante o Senhor; por isso, o Senhor os entregou nas mãos dos midianitas por sete anos” (v. 1). Deus não tinha falhado com Seu povo; este é que tinha pecado e se afastado dEle, e estava sofrendo as conseqüências. 

Gideão tinha interpretado mal a sua situação. 

Embora às vezes possa parecer que o Senhor nos abandonou, a realidade é muito diferente. Às vezes, sofremos por causa do pecado. Outras vezes, Deus usa as circunstâncias para nos proteger ou nos dar um testemunho para que possamos glorificá-lo. Não importa qual seja a situação, precisamos olhar além das aparências e nos lembrar de que Deus nunca abandona os que são Seus; e Ele nunca é injusto.

parte da mensagem de Thomas C. Simcox


Johann Sebastian Bach "Soli Deo Gloria": SOMENTE A DEUS SEJA A GLÓRIA!

"Eu toco as notas como elas são escritas, mas é Deus quem faz a música." 
Porque, quem te faz diferente? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houveras recebido? (1 Coríntios 4:7).

SOMENTE A DEUS SEJA A GLÓRIA!
Johann Sebastian Bach (1685-1750), um dos maiores compositores de todos os tempos, tinha fé e uma grande humildade acompanhada pela consciência da majestade de Deus. Não era por simples costume que terminava suas obras agregando as iniciais S.D.G – Soli Deo Gloria: somente a Deus seja a glória. Em seus manuscritos freqüentemente também se acham as letras J.j: Jesus juvat – Jesus ajuda.

Um biógrafo notou que em suas obras “Bach nunca esqueceu o que significavam as expressões ‘pecado’, ‘culpa’, ‘morte’ e ‘experiência do efêmero’”. Por isso se expressava com força no tocante ao perdão divino.

Sua biblioteca era composta de livros de teoria musical e escritos cristãos. Os primeiros foram conservados por seus filhos, mas, por falta de interesse, o mesmo não sucedeu aos livros cristãos. Somente uma Bíblia reapareceu tempos depois nos Estados Unidos. É uma edição de 1681, em três volumes, traduzida por Martinho Lutero. Nas margens havia anotações de Bach.

Alegra-nos muito saber que esse gênio da música era um crente piedoso. Seu talento o fez grande na terra, mas sua fé o fez humilde e lhe permitiu se beneficiar da graça de Deus. Sua fé também o capacitou para o céu e a eternidade. Por meio de sua obra musical também glorificou a Deus. Sua música ressoará enquanto houver terra, sua fé ressoará enquanto houver céus!

mensagem de "BoaSemente" 
apaz/todo_dia/2011/Marco17



O que o homem faz pela força e violência, Deus faz por amor, através de Seu Espírito.

Nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos. Mas, para os que são chamados? Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens (1 Coríntios 1:23-25).

Como se pode falar de "loucura de Deus" e "fraqueza de Deus"? Acaso Deus não é o Criador, o Todo-poderoso? Obviamente sim; mas para vir ao encontro de Sua criatura, o Filho de Deus se fez homem. Para salvar todos os que confiam nEle, o Senhor Jesus não utilizou Seu poder criador, mas aceitou morrer em uma cruz.

Essa é a mensagem da cruz. Para o mundo incrédulo, isso é uma insensatez, porém, para o crente, é poder e sabedoria de Deus.

Por quê? Porque pela morte de Jesus, o amor e a justiça de Deus triunfaram sobre as forças do mal e do ódio. Aquilo que os sábios e poderosos deste mundo nunca puderam produzir, ou seja, a liberação interior do mal, o Filho de Deus realiza dentro de todos aqueles que confiam nEle.

Pensemos na vida do Senhor Jesus. Nós sempre buscamos a independência e o poder, mas Deus se revelou em Jesus sob o caráter de humildade dAquele que serve, que não tinha onde reclinar a cabeça (Lucas 9:58). Jesus soube o que é sentir cansaço, sede, fome, suportar zombarias, ódio, injustiça, crucificação e morte. Mas permaneceu fiel em Sua vontade de honrar a Deus e de salvar os que confiam nEle. Por Sua morte nos revelou a força do perdão e o supremo poder do amor.

Os métodos humanos são completamente opostos aos divinos. O que o homem faz pela força e violência, Deus faz por amor, através de Seu Espírito: "Porque o que entre os homens é elevado perante Deus é abominação" (Lucas 16:15).

de Boa Semente-30outubro2016
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~