Cansaço interior? O Senhor quer regenerar as suas forças esgotadas.

"...Permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível." Hebreus 11.27

Devemos aprender a andar com Deus no dia-a-dia como Moisés andou! "...Porque tu estás comigo." Eu não O vejo, não sinto a Sua presença, mas pela fé sei que Ele está comigo. Muitos cristãos não conhecem o andar com Deus. O motivo não é o cansaço exterior, mas, bem pelo contrário, o cansaço interior.

Quando um filho de Deus se resigna interiormente e se cansa, já não acompanha mais os passos de Deus porque Ele seguiu adiante. Aquele que se cansou e se tornou negligente em seu coração, perde a graça que Deus quer lhe dar diariamente. Mas a última frase de Isaías 40 diz: "...caminham e não se fatigam." 

O que você deve fazer contra esse cansaço que destrói seu andar com Deus? 

Isaías 40.31 nos dá a resposta: "...os que esperam no Senhor renovam as suas forças..." Você não ficará cansado se aprender a perseverar no Senhor! Esse perseverar no Senhor se expressa por meio de uma vida de fé intensiva. Deus cumpre a Sua palavra; Ele quer regenerar as suas forças esgotadas. Ele permite que você ande ao Seu lado e não se canse se você o desejar de todo o coração.

mensagem de Wim Malgo
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Biblicamente, a Igreja é uma só. É o conjunto de todos os que crêem em Jesus Cristo.


Casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade.
[A Igreja] é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos 
(1 Timóteo 3:15; Efésios 1:23)

O QUE É A IGREJA?
Com relação à Igreja, as opiniões são muitas variadas. Porém, será que podemos falar da “Igreja” quando existem tantas comunidades que usam esse nome? O que a Bíblia diz acerca disso? Biblicamente, a Igreja é uma só. É o conjunto de todos os que crêem em Jesus Cristo. O Espírito Santo nos selou, ou seja, nos marcou para confirmar que pertencemos a Deus, em Cristo. A Escritura utiliza três imagens para falar da Igreja sob o ponto de vista divino. Cada uma enfatiza Sua unidade essencial.

A Casa de Deus. A Igreja é um edifício espiritual, cujo construtor é Cristo. Cada pedra representa um crente. Deus habita nela mediante Seu Espírito e ali recebe reconhecimento e adoração em harmoniosa ordem.

O Corpo de Cristo. A Igreja é um organismo espiritual composto por uma multidão de membros. Cada crente é um membro unido pelo Espírito Santo à Cabeça, que é Cristo glorificado nos céus. Todos os membros dependem uns dos outros para a vida coletiva, o alimento espiritual, o serviço do Senhor, as alegrias e as dificuldades. Cada um tem de permanecer sujeito à Cabeça, a qual coordena todo o Corpo.

A Esposa de Cristo. Esse é o lado afetivo. Cristo deu Sua vida pela Igreja. Ele a ama, a alimenta e a purifica até o momento em que for apresentá-la completa e perfeita a Si mesmo.

mensagem de BoaSemente
apaz/todo_dia/2011/Dezembro25
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A Criação toda é cheia de fontes de alegria.

Olhando a natureza, percebemos que Deus tem por princípio nos proporcionar alegria. 

A natureza é cheia de beleza e encanto. 

Deus nos equipou, por exemplo, para sentirmos o sabor dos alimentos. Por que será? Se a comida servisse apenas para não morrermos de fome, esse sentido seria completamente supérfluo. Deus nos deu o sentido do sabor para nos deliciarmos com o que comemos, para termos prazer com os alimentos que Ele nos dá. 

Ele nos concedeu o sentido do olfato para percebermos o perfume das flores. Deu-nos o tato para sentir o carinho de um toque afetuoso. 

A Criação toda é cheia de fontes de alegria. 
Parece feita para proporcionar alegria aos homens. Infelizmente, o pecado entrou no mundo e deixou para trás apenas uma cópia barata do que Deus havia planejado originalmente para suas criaturas. Como será glorioso quando Deus nos reconduzir de volta às nossas origens, de volta aos Seus planos originais!

A Bíblia, e com ela o próprio Deus, quer nos conduzir à alegria, uma alegria sem egoísmo, uma alegria que não se regozija quando o outro passa mal, que não nutre inveja nem ciúmes. Essa alegria verdadeira não se mantém à custa dos outros, não despreza a Deus mas, antes de tudo, se alegra no Senhor. 

Essa alegria dos filhos de Deus alegra o coração do Senhor e os corações dos que estão ao redor deles. Essa alegria que vem de um coração sincero, limpo e puro é uma alegria que o homem natural é completamente incapaz de ter. Por isso, Paulo disse aos cristãos daquela época:

  “Alegrem-se no Senhor!” 
E essa ordem continua válida!

trecho da menagem de Thomas Lieth

Quais são as soluções para a contaminação do coração? A cruz de Cristo é o único remédio!



Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; não há ninguém que busque a Deus (Romanos 3:10-11).

A contaminação é um fenômeno tão difundido que os governantes mundiais já se preocupam com ela. O ar, a água, o solo nada escapa.

Mas existe um tipo da qual não e ouve falar e que, contudo, prossegue seu trabalho insidioso: a moral. Os meios de comunicação divulgam conceitos e imagens de violência e imoralidade. Essa forma de contaminação pode parecer benigna, mas não nos enganemos! 

Na atualidade a contaminação moral alcança níveis inimaginados pelas gerações anteriores e tem consequências trágicas. De fato, ela banaliza o pecado e anestesia a consciência. Diante de Deus isso é pior que a degeneração do planeta que Ele nos emprestou. 


Na criação Deus estabeleceu um funcionamento estável que causa admiração, e além das leis naturais, também estabeleceu regras de conduta para o homem, visando o perfeito desenvolvimento da sociedade humana. Exemplo: o relacionamento amoroso do ser humano com seu Criador, a origem divina do casamento, o cuidado de uns para com os outros, etc. Porém, o que temos feito é desprezar tais coisas, rejeitando o próprio Deus. Um dia teremos de prestar contas por isso.

Há um esforço mundial no sentido de encontrar soluções para a contaminação da natureza. Mas quais são as soluções para a contaminação do coração? Deus já resolveu esse problema. A cruz de Cristo é o único remédio. Por meio desse maravilhoso sacrifício, o Senhor Jesus nos purifica e nos dá um novo coração, pois nos gera de uma semente puríssima, a Palavra de Deus (1 Pedro 1:12-23).


~~~~~~~~~~
mensagem de BoaSemente
apaz/todo_dia/2013/Abril03


Pela fé somos capazes de discernir as grandes bênçãos de nosso Deus e Pai para nós.

Não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso; alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas. (1 Pedro 1:8-9).

PODEROSO TELESCÓPIO
O maior telescópio do mundo abrange uma área de 8 mil quilômetros de rádio telescópios localizados desde as Ilhas Virgens até o Havaí. Na verdade, esse telescópio consiste de uma série de dez antenas computadorizadas, cada uma pesando cerca de 220 toneladas, com 25 metros de diâmetro e cerca de 30 metros de altura. Esse sistema pode registrar imagens de alta resolução dos corpos celestiais que estão a bilhões de anos-luz. Com esse telescópio se pode ler perfeitamente um jornal que esteja a cinco mil quilômetros de distância!

Os cristãos também têm o mais poderoso telescópio de todos. F. B. Hole escreveu: “A fé é o telescópio da alma, trazendo para o nosso campo de visão espiritual o que é invisível aos olhos mortais”. Pela fé somos capazes de discernir as grandes bênçãos de nosso Deus e Pai para nós. Há três bênçãos que se destacam em meio às outras:

1. Uma viva esperança por meio da ressurreição de Jesus Cristo dos mortos;

2. Uma herança que jamais perecerá, mantida nos céus para nós;

3. A salvação de nosso corpo, pronta para ser revelada na vinda do Senhor (1 Pedro 1:3-5).

Mas, quando lemos o versículo de hoje, percebemos que recebemos a salvação de nossa alma. Não é necessário um telescópio para vermos algo que está em nossa mão. Assim é com a salvação: é um fato consumado para sempre, algo que o crente não pode perder porque o preço da redenção foi pago inteiramente pelo próprio Cristo.

Use o telescópio da fé para focalizar as demais promessas e bênçãos que se referem à sua vida, focalizando suas lentes em “Jesus, autor e consumador da fé” (Hebreus 12:2), pois “a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem” (Hebreus 11:1).
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
mensagem de BoaSemente-apaz/todo_dia/2012/Agosto09.


Deus dá vitória, Vença as emoções, Confie!

"Quem há entre vós que tema ao Senhor, e ouça a voz do seu Servo, que andou em trevas sem nenhuma luz, e ainda assim confiou em o nome do Senhor e se firmou sobre o seu Deus?" Isaías 50.10

As tentações espirituais são profundas e muito fortes. Para obter vitória contra essas tentações é necessário primeiro a vitória sobre as emoções. 

O espírito humano é a sede do Espírito de Deus. Nosso espírito capta o Eterno. Por isso, o alvo do inimigo é nos conduzir para a escuridão espiritual para que nos desesperemos. 

O Senhor permite essas tentações para termos a oportunidade de confirmar a autoridade da vitória de Jesus: "Eis aí vos dei autoridade... sobre todo o poder do inimigo." 

Mas o que podemos fazer na prática, quando nosso espírito é conduzido por uma escuridão inimaginável? Confiar no Senhor – mesmo não sentindo nada! 

Se não vem resposta do alto, se parece estarmos sem saída, e se em nosso íntimo nos sentimos no fundo do poço, devemos fazer o que diz Isaías: "[Confie] em o nome do Senhor e se [firme] sobre o seu Deus." Se nos firmamos no Senhor, assumimos a postura vitoriosa de Jó, que exclamou: "...eu sei que o meu Redentor vive."

mensagem de Wim Malgo
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Deus dá vitória, Confie!


"Quem há entre vós que tema ao Senhor, e ouça a voz do seu Servo, que andou em trevas sem nenhuma luz, e ainda assim confiou em o nome do Senhor e se firmou sobre o seu Deus?" Isaías 50.10

As tentações espirituais são profundas e muito fortes. Para obter vitória contra essas tentações é necessário primeiro a vitória sobre as emoções. 

O espírito humano é a sede do Espírito de Deus. Nosso espírito capta o Eterno. Por isso, o alvo do inimigo é nos conduzir para a escuridão espiritual para que nos desesperemos. 

O Senhor permite essas tentações para termos a oportunidade de confirmar a autoridade da vitória de Jesus: "Eis aí vos dei autoridade... sobre todo o poder do inimigo." 

Mas o que podemos fazer na prática, quando nosso espírito é conduzido por uma escuridão inimaginável? Confiar no Senhor – mesmo não sentindo nada! 

Se não vem resposta do alto, se parece estarmos sem saída, e se em nosso íntimo nos sentimos no fundo do poço, devemos fazer o que diz Isaías: "[Confie] em o nome do Senhor e se [firme] sobre o seu Deus." Se nos firmamos no Senhor, assumimos a postura vitoriosa de Jó, que exclamou: "...eu sei que o meu Redentor vive."

mensagem de Wim Malgo
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~