Deus, como sou grato por Teu amor ágape, que é firme e verdadeiro!

“Ele não amou para receber algo em troca, mas para nos dar tudo de si” (Efésios 5:2, AM).

Gomer era uma mulher irascível casada com um Oséias notável. Seu código de fidelidade era o mesmo de um coelho da pradaria, flertando e pulando de um amante para outro. Arruinou sua vida e despedaçou o coração de Oséias. 

Desamparada, foi colocada à venda num mercado de escravos. Adivinhe quem se propôs a compra-la? Oséias, que nunca tirou a aliança de casamento do dedo. 

Vendo a maneira como ele a tratou, você pensaria que ela jamais havia amado outro homem. Deus usa essa história, na verdade, orquestrou esse drama, para ilustrar Seu amor fiel por seu povo inconstante.

Seu amor é o ágape. Menos afeição, mais decisão; menos sentimento, mais ação.

Quer comparar nosso amor com o de Deus? Olhe para a barriga redonda da menina camponesa em Belém. Deus está ali; o mesmo Deus que pode equilibrar o universo na ponta de Seu dedo flutua no ventre de Maria. Por quê? Amor. (ML) 1/10

Podemos orar? “Salvador bendito, quando penso no Teu amor tão forte, sinto alegria e esperança. Como sou grato por Teu amor ágape, que é firme e verdadeiro”.

mensagem de NovoTempo
Átrio, “Lugar de amor”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!