É melhor levarmos a sério o que diz a Bíblia. Muitos de nós estamos mais preocupados com as perdas, do que com o significado espiritual do poder do Cristo, que liberta dos demônios.


Lucas 8:33 - E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se. 

Diz o evangelista Lucas que um homem, possuído por vários demônios, fora jogado fora da sua aldeia e se escondia entre sepulturas. Jesus expulsou seus demônios e permitiu que eles possuíssem uma manada de porcos, que se precipitou em um lago e afogou-se (Lucas 8:33).

O ponto absolutamente cruel da narrativa descreve a reação do povo da aldeia, quando viu seus porcos afogados. Ao invés de agradecer ao Senhor pela libertação espiritual e física do pobre indivíduo, que sofria possuído pelos demônios, revoltaram-se pelo prejuízo proveniente da morte dos suínos. Sem pensar duas vezes, expulsaram não os demônios, mas Jesus, aquele que liberta dos maus espíritos. 

Paulo afirma, categoricamente, que nossa luta, enquanto não somos convocados para o céu, é contra principados e demônios. E melhor levarmos a sério o que diz a Bíblia. Muitos de nós estamos mais preocupados com a perda de nossos porcos, do que com o significado espiritual do poder do Cristo, que liberta dos demônios. Ser espírito de porco não é piada. É um maldoso truque dos demônios.

da mensagem "Espíritos de Porco" do  Pr. Olavo Feijó

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!