O Senhor sustenta os Seus na prova: É uma força que nos permite atravessar e vencer os “vales da sombra da morte”.


O Senhor assistiu-me e fortaleceu-me. 
Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia
(2 Timóteo 4:17; Salmo 46:1).


OS CUIDADOS DO BOM PASTOR

Um jovem casal cristão estava angustiado com a grave enfermidade da filha deles de três anos de idade.

A menina estava internada no hospital há cinco semanas e sua mãe permanecia com ela. Nos últimos dias, a criança não reagia e já estava em coma. Seu pai ia para o trabalho, pensando nela o tempo inteiro. Súplicas intensas subiam a Deus.

O desfecho fatal se aproximava, mas o Senhor preparava os pais para suportá-lo. Pouco a pouco lhes ensinava sobre isso e, de uma maneira especial, lhes informou a iminência da partida. Em primeiro lugar à mãe da menina, quando esta abriu os olhos e cantou: “Sou pequenininho, mas não importa, do bom Pastor sou cordeirinho…”. A mãe recebeu a mensagem. De sua parte, todas as noites, o pai lia um capítulo de Mateus em casa. Nessa noite chegou ao capítulo 18 e havia acabado de ler o que o Senhor Jesus disse: “Assim, também, não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca” (v. 14). Nesse momento, o telefone tocou. Sua filha havia morrido. Mas ele sabia que sua filha já estava junto do Senhor Jesus.

Assim o Senhor sustenta os Seus na prova: Ele os molda, prepara e permanece ao lado deles quando tudo está sombrio. Sua presença é real. Seu interesse é genuíno. A fé que Ele concede não é meramente uma vaga esperança que desaparece sob pressão. É uma força que nos permite atravessar e vencer os “vales da sombra da morte”.

fonte: (BoaSemente-apaz/todo_dia/2011/Novembro24)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!