Esperamos que os filhos percebam que escolher ser obedientes a Deus é melhor para eles.


É errado para os pais ensinarem seus filhos sobre as suas crenças? Claro que não! Deus relembrou os israelitas muitas vezes que deveriam instruir seus filhos sobre o Senhor Deus. Em Efésios 6:4, Paulo disse aos pais: “...criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor”. Nós, como cristãos e pais, somos responsáveis pela instrução dos nossos filhos no caminho do Senhor.

Mas, isto não parece doutrinação e lavagem cerebral? Nossos filhos não se tornam, desta maneira, incapazes de pensarem por si ou tomarem suas próprias decisões sobre sua fé? Acredito que não. Se nós os instruirmos corretamente, estaremos ensinando como pensar. Frequentemente, nas minhas pregações, incentivo os ouvintes a examinarem as Escrituras por si. É por isso que dou as citações bíblicas. Eu falo: “Não acreditem só porque eu falo, mas acreditem porque veem na palavra de Deus”. 

Devemos fazer a mesma coisa quando ensinamos os nossos filhos. Deus diz ao homem: “Vinde, pois, e arrazoemos.... Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra. Mas, se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada; porque a boca do Senhor o disse” (Isaías 1:18-20). Deus nos oferece escolhas e, então, quer que usemos o nosso raciocínio para escolher entre as alternativas. Esperamos que os filhos percebam que escolher ser obedientes a Deus é melhor para eles.

No final das contas, nós somos responsáveis pelas coisas que fazemos e acreditamos. Geralmente os pais são sinceros, mas muitos pais têm sido sinceramente enganados. Têm acreditado numa mentira.

Todos nós devemos buscar a verdade. Nesta busca, podemos até discordar dos nossos pais em algumas questões. O Senhor sabia disso quando disse: “Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Pois vim causar divisão entre o homem e seu pai; entre a filha e sua mãe e entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim” (Mateus 10:34-37).

Devemos ensinar os nossos filhos o princípio encontrado nestes versículos. Devemos ensiná-los a amarem a Deus mais do que a nós, os pais deles.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
autor:  Karl Hennecke
(estudosdabiblia/esc14_07)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!