O MANÁ - Para o cristão, o alimento que veio do céu é Jesus Cristo!


Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer o pão do céu.
E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome (João 6:31 e 35).


O MANÁ
Durante quarenta anos, os israelitas (milhares de pessoas) viveram nos desertos de Sinai. Como puderam sobreviver? Graças a um milagre: todos os dias Deus lhes dava um alimento chamado maná. “Pela manhã jazia o orvalho ao redor do arraial. E quando o orvalho se levantou, eis que sobre a face do deserto estava uma coisa miúda, redonda, miúda como a geada sobre a terra. E, vendo-a os filhos de Israel, disseram uns aos outros: Que é isto? Porque não sabiam o que era. Disse-lhes pois Moisés: Este é o pão que o Senhor vos deu para comer… e era como semente de coentro branco, e o seu sabor como bolos de mel” (Êxodo 16:13-31).

Pela manhã, cada um deveria colher o maná segundo suas necessidades. Era inútil estocá-lo; Deus provia a cada dia as necessidades de Seu povo. Como não se admirar da fidelidade de Deus, o qual durante quarenta anos alimentou Seu povo dessa forma? No entanto, logo os israelitas não apreciaram esse dom de Deus. Inicialmente, acharam o maná com gosto de azeite fresco, pouco tempo depois, tiveram fastio e o chamaram “pão tão vil” (Números 11:8; 21:5).

Para o cristão, o alimento que veio do céu é Jesus Cristo, a Palavra feita carne (João 1:14). É preciso se alimentar todos os dias dessa Palavra, pois nossa alma tem sede dela. É preciso investir tempo e esforço para ler, estudar a Palavra, meditar nela e vivê-la, acima de tudo.

fonte:  devocional (apaz/todo_dia/2011/Dezembro05)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!