Festas pelo sustento espiritual

A adoração deve ser um exercício espiritual (João 4:24). Um esforço espiritual não é algo puramente emocional ou intelectual. É antes algo que desenvolve o lado espiritual da nossa natureza. O Espírito Santo nos salienta: "O espírito firme sustém o homem na sua doença" (Provérbios 18:14). Quando semeamos para o lado espiritual do nosso ser, não apenas desenvolvemos o que pode sustentar-nos em meio às dificuldades, mas o que poderá conduzir-nos para a vida eterna (Gálatas 6:8). 

Devemos considerar os nossos momentos de adoração como festas pelo sustento espiritual. Na assembléia, nem servimos a nós mesmos nem ficamos em falta, mas sim temos a oportunidade de preencher os outros à medida que somos preenchidos.

Na assembléia, podemos crescer espiritualmente, testemunhando outros discípulos que imitam o Mestre. Embora jamais devemos prestar ao homem a reverência que damos a Deus, muitas vezes podemos ver Deus na vida de outros cristãos. 

Como pessoas que buscam assemelhar-se a Cristo, o nosso objetivo deve ser "andar assim como ele andou" (1 João 2:6). Quando os nossos irmãos experimentam algum êxito em relação a esse alvo, as Escrituras ensinam que devemos seguir o seu comportamento até onde se enquadrar no padrão do Senhor. Paulo ensinou: "Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo" (1 Coríntios 11:1).

- por Kyle Pope

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!