As palavras mostram o que está dentro do coração humano

Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia. A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade (Tiago 3:5-6).

Na época da estiagem na qual ocorrem incêndios florestais, Bombeiros e guardas florestais estão sempre alerta a qualquer sinal de fumaça. Incêndios catastróficos envolvendo a destruição de grandes áreas, a morte de muitos animais, e até de pessoas, geralmente começam com algo simples como a ponta de um cigarro.

Isso não é uma coisa nova. Tiago usa isso como exemplo de um tipo diferente de “fogo”: nossa língua.

E sobre esse assunto, ele tem muito a dizer, e que merece ser ouvido. O homem já domou grandes e fortes animais, porém jamais controlou a própria língua. Nem mesmo o mais inteligente dos homens é capaz de evitar pecar com a língua. As palavras ferem tanto quanto o fio de uma faca.

Há pessoas que nunca feriram ninguém fisicamente, mas que devastaram outros com suas palavras. E isso mostra o que está dentro do coração humano. Tiago também faz outra comparação: ele diz que da mesma fonte não pode jorrar água doce e amarga.

Portanto, só evitaremos que nossos pensamentos se tornem ações, purificando a fonte do qual eles procedem, ou seja, nosso coração.

Insultos e fofocas são pecados que temos de colocar em ordem com o ofendido. E, além disso, sabendo que o santo Deus vê tudo, isso deveria nos levar a confessarmos completa e incondicionalmente tais coisas a Ele.

Como você tem usado a sua língua? Não se esqueça que um incêndio pode se tornar incontrolável e matar a pessoa que o causou. Muitos têm sido destruídos pelo mau uso das palavras. “A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto” (Provérbios 18:21).

fonte: Devocional 'EncontreaPaz'




Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!