✿ Registre seu email e receba as mensagens deste Devocional:

Pesquise

domingo, 28 de setembro de 2014

Decisão pelo Senhor


Não há momento mais precioso para um pai cristão do que quando ele vê seu próprio filho confiar sua vida a Jesus Cristo. A maioria dos cristãos ensina seus filhos sobre Cristo desde os mais tenros dias da vida da criança. 

Estes pequeninos crescem sabendo os nomes dos apóstolos e recitando os livros da Bíblia. Sua vida no lar é imersa numa atmosfera onde o nome de Cristo é reverenciado. Não é segredo para estes ternos ouvidos que o desejo de Deus é que creiam em Jesus e sejam batizados em seu nome.

Então, quando uma criança está com idade bastante para decidir? A Bíblia não especifica uma idade em particular na qual se é suficientemente velho para tomar esta decisão (talvez porque a idade da maturidade difere entre as crianças). Entretanto, a Bíblia nos apresenta princípios básicos que sejam úteis na determinação se uma pessoa é ou nos "bastante velha" para decidir e declarar-se pelo Senhor.

O pré-requisito bíblico para o discipulado é a fé. "Sem fé, é impossível agradar a Deus..." (Hebreus 11:6). Por esta razão, Jesus enviou seus apóstolos com a incumbência de pregar o evangelho a todos (Marcos 16:15). Aqueles que cressem eram para ser batizados (Marcos 16:16; Atos 2:38). 

Uma fé de segunda mão não é suficiente. Em nenhum lugar no Novo Testamento a relação de uma pessoa com Deus inclui seus pais como mediadores. O jovem indivíduo precisa ter uma conclusão própria.

Além do mais, o jovem precisa ser bastante velho para tomar uma decisão quanto ao pecado. Para tomar a decisão de comprometer-se com Jesus é necessário tomar a decisão de afastar-se do pecado (Atos 3:19). 

O arrependimento exige um certo grau de maturidade. Isso também exige, primeiro de tudo, que se seja capaz de discernir o certo do errado. Isso desqualifica aqueles que são demasiado jovens. Isso também exige ser-se suficientemente maduro para tomar suas próprias decisões sobre fazer o que é certo e conter-se para não fazer o que é errado. 

Quando uma criança é bastante velha para ser um cristão, ela tem bastante idade para tomar suas próprias decisões sobre o pecado. Ela fala a verdade porque os cristãos são honestos e mentir é pecado. Ela diz não à imoralidade porque é errada, e não simplesmente porque seus pais poderiam descobrir. Ela decide por si mesma fazer o que é certo!

Conheço várias pessoas jovens que têm manifestado o requisito de maturidade para se tornarem discípulos.Elas decidiram pelo Senhor! Asseguremo-las todos nós de que sua decisão e compromisso são tão importantes quanto pensam que são.

_________________________por David Thomley




Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!