✿ Registre seu email e receba as mensagens deste Devocional:

Pesquise

quarta-feira, 12 de março de 2014

Banco do céu

Todos nós, cristãos, somos membros de um corpo (1 Coríntios 12:12-31). Não temos que fazer o mesmo serviço, mas cada um de nós tem que funcionar de acordo com a habilidade que Deus lhe deu. Pedro diz isso assim:

"Sede, mutuamente, hospitaleiros, sem murmuração. Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus; se alguém serve, faça-o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém" (1 Pedro 4:9-11).

Cada um recebeu um dom. Cada um deve usar seu dom para servir os outros. Devemos trabalhar para desenvolver nossos talentos. Temos que usar nossa habilidade habitualmente. Temos que praticar em falar com outras pessoas sobre Jesus. Ouçam a palavra de Paulo a Timóteo:

"Medita estas coisas e nelas sê diligente, para que o teu progresso a todos seja manifesto. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Continua nestes deveres; porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes" (1 Timóteo 4:15-16).

Assim, precisamos ver o que podemos fazer, e fazê-lo. Alguns serão capazes de ensinar em aulas bíblicas. Outros podem arranjar aulas em sua casa e convidar outros para ensinar. Alguns poderão usar seus automóveis para trazer pessoas às reuniões. Você pode querer comprar um maço de cursos por correspondência e usá-los para ensinar aos seus conhecidos. Outros podem querer manter uma reserva de artigos sobre diversos assuntos para dar a outras pessoas nas oportunidades. Alguns podem visitar os doentes e talvez fazer companhia a eles durante a noite, se for necessário. Você pode ser capaz de oferecer sua casa a outras pessoas e fazer contato para o evangelho. 

O ponto principal é que cada um deverá encontrar o que pode fazer e gastar parte do seu tempo fazendo-o de um modo habitual.

Mateus 6:19-21 prenderá este ponto no mesmo fio no qual eu prendi todos os outros. Ouçam a Jesus:

"Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam nem roubam; porque onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração."

Não tenho nenhum interesse no mercado de ações e, na verdade, nunca aprendi a ler o noticiário econômico no jornal. Em geral, ignoro essa seção. Não a entendo.

Eu lhes direi o porquê: Não tenho dinheiro investido no mercado, nem um centavo. Se eu tivesse, seria diferente. Se eu tivesse um bocado de dinheiro investido na Bolsa, eu haveria de aprender a ler as páginas do mercado de ações e provavelmente haveria de devorá-las vorazmente. Não é isso o que Jesus está dizendo? "Onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração."

Agora, aqui está o ponto importante: conforme encontramos o que podemos fazer e o fazemos de modo habitual, estaremos pondo um pouco mais, e mais um pouco, de nós mesmos no banco do céu. Estaremos constantemente aumentando nosso investimento no céu. Com nosso tesouro guardado no céu, nossos corações estarão lá. 
[...]

L. A. Mott, Jr. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!