A negligência pode ter consequências eternas

À primeira vista não parece que a negligência seja um defeito muito grave. Mas tudo depende das consequências que ela tem. Por exemplo, qualquer descuido de um motorista pode ocasionar um acidente, inclusive com morte.

Existe uma área em particular na qual a negligência pode ter consequências eternas. Muitas pessoas têm a intenção de 'algum dia' analisar melhor essa área, mas sempre adiam tal decisão. Render-se ao Senhor Jesus não é algo que se possa negligenciar impunemente.  

Descuidar-se de uma "tão grande salvação" (Hebreus 2:3) é escolher o pior caminho de todos.

E os cristãos também correm o risco de ser negligentes. Somos responsáveis por viver nossa fé, por aproveitar as oportunidades de ser a carta de Cristo, e por fazer "as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas" (2 Coríntios 3:3; Efésios 2:10).
 
Você já notou quantos obstáculos interiores e exteriores tentam nos deter em nossa caminhada cristã? 

Se minhas fraquezas me impedem de ser útil aos meus próximos, Deus encontrará outras testemunhas. A negligência, a preguiça, a procrastinação nos fazem cair em profundo sono espiritual, e a padecer fome, pois "nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus" (Mateus 4:4).


A preguiça faz cair em profundo sono, e a alma indolente padecerá fome.
Não desprezes o dom que há em ti. Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos (Provérbios 19:15; 1 Timóteo 4:14-15).

Devocional BoaSemente NT2014

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!