DOMINAR a Si Mesmo

Mas o fruto do Espírito é:… temperança  (Gálatas 5:22). 

O conceito bíblico da palavra “temperança”, ou “domínio próprio” em outras versões, vai muito além de moderação ou abstinência de álcool. O apóstolo usa a mesma palavra ao cobrir todos os aspectos de nossa vida cotidiana (1 Coríntios 7:8-9 e 9:25; 1 Timóteo 3:3).

Ter temperança significa que não somos escravos de nenhum hábito. 


A pessoa que não possui domínio próprio tem desejos ardentes por certas inclinações naturais que lhe dão prazer, e continuamente se rende a tais desejos ou, na falta do desfrute deles, se torna irritável ou aborrecido. Quando ouvimos sobre isso, temos a tendência de pensar em substâncias viciantes como álcool, nicotina, drogas; porém, existem outras coisas, que não são fisiologicamente viciadoras, pelas quais podemos desenvolver dependência, como chocolate, doces, televisão, compras.

Você tem o desejo de usar o seu corpo para o Senhor, sabendo que ele é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19)? Então você não deveria querer nada em seu corpo que pudesse degradar sua saúde ou reduzir sua agilidade mental. 


Algo bem comum nos países ocidentais é o descontrole em relação à comida. Alguém escreveu: “É claro que podemos apreciar a boa comida, mas quando isso passa a se tornar nosso mestre, transpomos a esfera do deleite sadio e adentramos na escravidão e no pecado”.

Temos de agarrar as bênçãos celestiais e nos esforçarmos para ter um íntimo conhecimento do próprio Cristo. Esses pequenos vícios nos afastam da disciplina e do domínio próprio, e nem percebemos. 


Como soldados chamados a combater o bom combate (1 Timóteo 6:11-12), temos de exercitar a habilidade que o Espírito Santo nos confere de dizer um enfático “Não” para os desejos carnais!

"BoaSemente2014"

                                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!