✿ Registre seu email e receba as mensagens deste Devocional:

Pesquise

domingo, 17 de março de 2013

O PERIGO DE BRINCAR COM O PECADO

Como a justiça encaminha para a vida, assim o que segue o mal faz isso para sua morte(Provérbios 11:19).


Um garoto de doze anos de idade da cidade de Linz, Áustria, tinha um hobby muito perigoso. Ele mantinha 40 aranhas — algumas venenosas —, escorpiões e uma jibóia em seu quarto. Para economizar dinheiro e aumentar sua coleção, ele anunciava em jornais pedindo doação de mais animais. Por fim, sua mãe informou a polícia sobre os ‘bichinhos’ do filho. Todos foram confiscados. Ninguém pode lidar com animais perigosos, mesmo se a alimentação e os cuidados forem adequados. Há sempre um fator de risco.

É infinitamente mais perigoso brincar com o pecado e também com as influências, pensamentos e ações pecaminosos. O fator de risco é incontrolável e irrestrito: ele existe desde o início. Intrometer-se com ele faz com que a pessoa se distancie cada vez mais de Deus. Os resultados disso podem ser vistos na derrubada de quase todos os tabus na sociedade ocidental.

Os problemas do mundo têm origem nos atos, palavras e pensamentos pecaminosos que não podem ser desfeitos. Eles só podem ser anulados mediante o perdão divino. Há também o poder do pecado dentro de nós que faz com que naturalmente pratiquemos o mal. Precisamos ser libertos desse poder escravizante. Deus oferece perdão e libertação por meio de Seu Filho, Jesus Cristo, em Sua obra de redenção na cruz do Calvário.

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado… Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres” (João 8:34-36).


fonte: Chamada/apaz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!