SOLO FÉRTIL

Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja confiança é o Senhor. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto  (Jeremias 17:7-8).


Para uma árvore vicejar e dar fruto, ela depende da qualidade do solo em que está plantada. Se plantada próximo ao um ribeiro que não seca no verão, suas raízes irão absorver umidade adequada. Isso é mais importante nas zonas quentes do planeta do que nas zonas de clima moderado. Muitos ribeiros caudalosos na estação chuvosa se tornam um leito de terra rachada no calor.

Aqui a ilustração da árvore é usada para descrever uma pessoa cuja vida tem sentido e é frutífera, independente das condições externas. 

O rio significa a “água viva” sobre a qual o Senhor Jesus falou à mulher samaritana, que se “fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna” (João 4:14). 

Ele oferece essa água a todos os que estejam desejosos dela: “Quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” (Apocalipse 22:17).

O mundo tem tantos ribeiros enganosos transbordando com promessas de abundância na “estação chuvosa”. No entanto, todos secam na estiagem, deixando sedentos todos os que rejeitam a salvação que Jesus oferece. O solo no qual estes estão plantados é arenoso e pobre. Não suporta o calor escaldante das provações. Enraizados nas próprias convicções e conceitos, tão passageiros e frágeis, não conseguem dar fruto permanente e não encontram razão para viver.

Boa Semente 2012



Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!