QUANTO VALHO?


Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores (Romanos 5:8).

Às vezes nos assombramos ao ouvir que gigantescas somas são pagas pelos clubes na compra de jogadores de futebol. 

Essas pessoas realmente valem tanto? Talvez o atleta que muda de clube esteja convencido que sim.

Cada um de nós se dá determinado valor também. Para certos indivíduos, o dinheiro que ganham é o padrão pelo qual medem sua importância. Outros usam como medida a posição que ocupam no campo profissional ou na sociedade. Outras pessoas se valorizam por seus méritos, conquistas ou serviços prestados aos demais.

Porém, todos devemos reconhecer que não somos nós que decidimos qual é nosso valor, mas Deus, nosso Criador. Tal valor se baseia em dois fatos:


1) Ele nos criou e nos dotou de capacidades;

2) Ele nos amou tanto que deu Seu Filho unigênito e O enviou a este mundo para que morresse, expiando nossos pecados.


Sob essa perspectiva, eu, você e cada pessoa tem mais valor que a maior estrela do futebol. E tal importância não se deve ao que podemos fazer ou conquistar, mas à avaliação que o próprio Deus faz de nós. Ele nos ama porque nos criou e nos aprecia tal como somos. Ele deseja que sejamos Seus filhos; por isso permitiu que Seu filho morresse na cruz, “para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

                                                                                               de 'Boa Semente'



Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!