✿ Registre seu email e receba as mensagens deste Devocional:

Pesquise

sábado, 1 de setembro de 2012

Não permita que o seu amor esfrie!


"Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará." (Efésios 5.14)
 

Eu tenho medo. Embora a Bíblia muitas vezes diga: "Não temas"!, eu tenho medo de algo bem concreto: dos terríveis sinais do tempo do fim, dos quais o Senhor Jesus falou: "...o amor se esfriará de quase todos."
Se fala muito do amor fraterno, do amor ao próximo. Mas aqui me lembro de muitas pessoas, do seu maravilhoso primeiro amor ardente pelo Senhor Jesus. 

Com lágrimas nos olhos, um dia você se converteu, achou o perdão de seus pecados, se alegrou no Senhor, foi zeloso em testemunhar dEle, se esforçou em ganhar almas para o Cordeiro de Deus, se ajoelhou com outros filhos de Deus para orar –, e hoje? Tudo se tornou superficial. O amor em você esfriou.

Paulo diz: "...o amor de Cristo nos constrange." O Senhor exaltado clama: "Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor."
É disso que eu tenho medo, e repetidas vezes procuro a face do Senhor a fim de me examinar e de pedir que Ele me ilumine, e pergunto: "Senhor, ainda estou no primeiro amor?" Você não sente o frio mortal do tempo do fim que ameaça vir sobre nós? "...O amor se esfriará de quase todos." Peço-lhe do fundo do meu coração: não permita que o seu amor esfrie!


Extraído do livro "Pérolas Diárias" (de Wim Malgo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário sempre é bem-vindo!